EBD LÇ. 8 OS IMPÉRIOS MUNDIAIS E O REINO DO MESSIAS.

EBD – SUBSÍDIO - LIÇÃO PARA O DIA 23/11/2014

PONTOS A ESTUDAR:
I – A VISÃO DOS QUATRO ANIMAIS.
II – O CLIMAX DA VISÃO PROFÉTICA.
III – A VINDA DO FILHO DO HOMEM.

PROPOSTAS DA INTRODUÇÃO:  Peço desculpas pela demora na publicação; pela lição, deveria ter postado com mais tempo.


I – A VISÃO DOS QUATRO ANIMAIS.

1.1 A VISÃO.
Temos aqui uma das formas de comunicação entre os céus e a terra; é a linguagem de Deus. Isaias, Ezequiel,  Daniel e João,  tiveram muitas visões e cheias de profundos significados, sempre ligados aos acontecimentos mundiais, iniciados pelos grandes impérios para concluir com o maior reino a ser estabelecido, o Reino de Cristo na terra.
O leão com asas de águia  – Asas arrancadas; ascensão e queda do Império Babilônico.
O Urso – Império Medo-Persa com toda sua exuberância.
O leopardo com quatro asas – Império Grego. As grandes conquistas de Alexandre Magno e o final dividido desse império.
Último e mais terrível dos animais – Representação do Império Romano cuja história ainda não acabou a quem se pode creditar toda “bagunça” da sociedade moderna, materialista e contrária a Deus. Entendi isso como os pés de barro da estátua do sonho de Nabudonosor.


1.2 A INTERPRETAÇÃO.

As duas figuras introduzidas no sonho; Ancião de dias, tronos e um como o filho do homem. Pode-se simplificar esta complexa série de revelações com o entendimento que diante de Deus, nada para diante de Deus para que se cumpram todos os seus propósitos até que venha o seu Reino.

Confesso que o tempo de aula dedicado às Escolas Bíblicas Dominicais não permitiriam desdobrar essa lição para esclarecer de forma didática o estudo de cada elemento do sonho, todavia, algum aluno possivelmente, tendo lido, se interesse por entender algum elemento do sonho, aí, cabe ao professor usar de sabedoria e tato, para simplificar suas explicações, já esclarecidas pelo próprio autor.


II – O CLIMAX DA VISÃO PROFÉTICA.

2.1 Tronos, “ancião de dias” e juízo divino.

O que nos traz tranquilidade diante de tanta desarmonia, perversão e destruição é saber que o “ancião de dias” tem contagem própria de tempo para exercer o juízo sobre esta terra e as nações, lembrando que na atual conjuntura, por mais que nos esforcemos, condenemos as atitudes imorais dos seres humanos, não conseguiremos deter a manifestação do homem do pecado e filho da perdição, até que o Senhor venha.


2.2 O “Filho do Homem”.

Recomendável que o professor peça a leitura deste tópico, muito bem explicado e que alegra a nossa alma. JESUS transita pelo antigo testamento mostrando-se aos profetas de muitas maneiras. Um dia todos o verão face a face e outros, nem tanto, pois, surgiram na ressurreição final para receber a sentença pelo que fizeram por meio do corpo.

2.3 A grande tribulação.

Já me perguntaram se o Anticristo já nasceu e está no mundo. A minha resposta orbita sempre na questão dos sinais preditos pelo próprio Senhor Jesus, as advertências de Paulo, principalmente as do capítulo 2 da segunda carta aos Tessalonicenses; as manifestações que precedem a vinda do Senhor. Dá para sentir no ar o cheiro podre dessas manifestações e dá para perceber que ninguém conseguirá detê-lo e o seu braço se estende pelo aborto, a prostituição masculina e feminina e o crescimento da imoralidade principalmente na área da cultura; televisão e filmes.
  
III – A VINDA DO FILHO DO HOMEM.

3.1 A visão.

A visão se volta inteiramente para o que é mais esperado, a vindo do Senhor para tirar deste mundo a sua igreja. Há um que resiste até que do meio seja tirado, 2Ts 2:7. Deus nos deu o penhor da herança, o Espírito de verdade que o mundo não vê nem conhece; o Paracleto ou Consolador.

3.2 “Os santos do altíssimo”.

O autor deixa claro que esses santos, considerando a grandeza do plano de Deus, não se restringe aos santos da antiga aliança, é muito mais abrangente para que nos lembremos que os filhos que Deus daria a Abraão, eram como as estrelas ou como areia da praia, incontáveis.

3.3 A destruição do Anticristo.

O Anticristo não é o Diabo, mas, um ser, cheio dele e como homem, será julgado pelo Senhor e o porá no lugar devido com o Diabo e seus anjos; lugar de fogo e enxofre.

Ora vem Senhor Jesus!
VERDADE GOSPEL
Compartilhar no Google Plus

About Pr joão Monteiro

Postar um comentário

Obrigado Pela Sua Visita

Membra-se na rede

sexta-feira, 5 de dezembro de 2014

EBD LÇ. 8 OS IMPÉRIOS MUNDIAIS E O REINO DO MESSIAS.

EBD – SUBSÍDIO - LIÇÃO PARA O DIA 23/11/2014

PONTOS A ESTUDAR:
I – A VISÃO DOS QUATRO ANIMAIS.
II – O CLIMAX DA VISÃO PROFÉTICA.
III – A VINDA DO FILHO DO HOMEM.

PROPOSTAS DA INTRODUÇÃO:  Peço desculpas pela demora na publicação; pela lição, deveria ter postado com mais tempo.


I – A VISÃO DOS QUATRO ANIMAIS.

1.1 A VISÃO.
Temos aqui uma das formas de comunicação entre os céus e a terra; é a linguagem de Deus. Isaias, Ezequiel,  Daniel e João,  tiveram muitas visões e cheias de profundos significados, sempre ligados aos acontecimentos mundiais, iniciados pelos grandes impérios para concluir com o maior reino a ser estabelecido, o Reino de Cristo na terra.
O leão com asas de águia  – Asas arrancadas; ascensão e queda do Império Babilônico.
O Urso – Império Medo-Persa com toda sua exuberância.
O leopardo com quatro asas – Império Grego. As grandes conquistas de Alexandre Magno e o final dividido desse império.
Último e mais terrível dos animais – Representação do Império Romano cuja história ainda não acabou a quem se pode creditar toda “bagunça” da sociedade moderna, materialista e contrária a Deus. Entendi isso como os pés de barro da estátua do sonho de Nabudonosor.


1.2 A INTERPRETAÇÃO.

As duas figuras introduzidas no sonho; Ancião de dias, tronos e um como o filho do homem. Pode-se simplificar esta complexa série de revelações com o entendimento que diante de Deus, nada para diante de Deus para que se cumpram todos os seus propósitos até que venha o seu Reino.

Confesso que o tempo de aula dedicado às Escolas Bíblicas Dominicais não permitiriam desdobrar essa lição para esclarecer de forma didática o estudo de cada elemento do sonho, todavia, algum aluno possivelmente, tendo lido, se interesse por entender algum elemento do sonho, aí, cabe ao professor usar de sabedoria e tato, para simplificar suas explicações, já esclarecidas pelo próprio autor.


II – O CLIMAX DA VISÃO PROFÉTICA.

2.1 Tronos, “ancião de dias” e juízo divino.

O que nos traz tranquilidade diante de tanta desarmonia, perversão e destruição é saber que o “ancião de dias” tem contagem própria de tempo para exercer o juízo sobre esta terra e as nações, lembrando que na atual conjuntura, por mais que nos esforcemos, condenemos as atitudes imorais dos seres humanos, não conseguiremos deter a manifestação do homem do pecado e filho da perdição, até que o Senhor venha.


2.2 O “Filho do Homem”.

Recomendável que o professor peça a leitura deste tópico, muito bem explicado e que alegra a nossa alma. JESUS transita pelo antigo testamento mostrando-se aos profetas de muitas maneiras. Um dia todos o verão face a face e outros, nem tanto, pois, surgiram na ressurreição final para receber a sentença pelo que fizeram por meio do corpo.

2.3 A grande tribulação.

Já me perguntaram se o Anticristo já nasceu e está no mundo. A minha resposta orbita sempre na questão dos sinais preditos pelo próprio Senhor Jesus, as advertências de Paulo, principalmente as do capítulo 2 da segunda carta aos Tessalonicenses; as manifestações que precedem a vinda do Senhor. Dá para sentir no ar o cheiro podre dessas manifestações e dá para perceber que ninguém conseguirá detê-lo e o seu braço se estende pelo aborto, a prostituição masculina e feminina e o crescimento da imoralidade principalmente na área da cultura; televisão e filmes.
  
III – A VINDA DO FILHO DO HOMEM.

3.1 A visão.

A visão se volta inteiramente para o que é mais esperado, a vindo do Senhor para tirar deste mundo a sua igreja. Há um que resiste até que do meio seja tirado, 2Ts 2:7. Deus nos deu o penhor da herança, o Espírito de verdade que o mundo não vê nem conhece; o Paracleto ou Consolador.

3.2 “Os santos do altíssimo”.

O autor deixa claro que esses santos, considerando a grandeza do plano de Deus, não se restringe aos santos da antiga aliança, é muito mais abrangente para que nos lembremos que os filhos que Deus daria a Abraão, eram como as estrelas ou como areia da praia, incontáveis.

3.3 A destruição do Anticristo.

O Anticristo não é o Diabo, mas, um ser, cheio dele e como homem, será julgado pelo Senhor e o porá no lugar devido com o Diabo e seus anjos; lugar de fogo e enxofre.

Ora vem Senhor Jesus!
VERDADE GOSPEL
Postar um comentário