Americano que passou 24 anos preso por engano pede US$ 162 milhões

Imagem: Divulgação

Um homem que cumpriu uma pena de 24 anos de prisão por engano, ao ser condenado injustamente por um assassinato, exige agora uma indenização de R$ 361 milhões (US$ 162 milhões) à cidade de Nova York,  segundo o jornal The New York Post.
Segundo a fonte, a prova definitiva para libertação do acusado, Jonathan Fleming, veio através de um recibo em seu nome, o qual comprovava que o mesmo esteve em um hotel da Flórida, próximo aos parques da Disney.
O recibo em questão mostra que o acusado esteve no local quatro horas antes do assassinato pelo qual foi condenado.
O homem, residente do condado de Brooklyn e que possui 51 anos de idade, deixou a prisão no mês de abril, depois que a promotoria considerasse a prova apresentada. A condenação de Fleming foi determinada por Charles Hynes, ex-juiz do condado.
De acordo com o advogado de Fleming, Taylor Koss, é “importante” que a cidade outorgue este dinheiro para que “Fleming possa restabelecer sua vida de novo”.
Deixe seu comentário no Verdade Gospel.
Fonte: R7
Compartilhar no Google Plus

About Pr joão Monteiro

Postar um comentário

Obrigado Pela Sua Visita

Membra-se na rede

quinta-feira, 19 de junho de 2014

Americano que passou 24 anos preso por engano pede US$ 162 milhões

Imagem: Divulgação

Um homem que cumpriu uma pena de 24 anos de prisão por engano, ao ser condenado injustamente por um assassinato, exige agora uma indenização de R$ 361 milhões (US$ 162 milhões) à cidade de Nova York,  segundo o jornal The New York Post.
Segundo a fonte, a prova definitiva para libertação do acusado, Jonathan Fleming, veio através de um recibo em seu nome, o qual comprovava que o mesmo esteve em um hotel da Flórida, próximo aos parques da Disney.
O recibo em questão mostra que o acusado esteve no local quatro horas antes do assassinato pelo qual foi condenado.
O homem, residente do condado de Brooklyn e que possui 51 anos de idade, deixou a prisão no mês de abril, depois que a promotoria considerasse a prova apresentada. A condenação de Fleming foi determinada por Charles Hynes, ex-juiz do condado.
De acordo com o advogado de Fleming, Taylor Koss, é “importante” que a cidade outorgue este dinheiro para que “Fleming possa restabelecer sua vida de novo”.
Deixe seu comentário no Verdade Gospel.
Fonte: R7
Postar um comentário