Mostrando postagens com marcador NOTÍCIA EM TEMPO REAL. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador NOTÍCIA EM TEMPO REAL. Mostrar todas as postagens

Obrigado Pela Sua Visita

Membra-se na rede

Mostrando postagens com marcador NOTÍCIA EM TEMPO REAL. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador NOTÍCIA EM TEMPO REAL. Mostrar todas as postagens

sábado, 15 de outubro de 2016

Olhar para “O Eterno”

A Igreja Batista Ebenézer realiza, no final de Novembro, o congresso com palestras e atividades para  os cristão, no mês de novembro no fim de semana sábado e domingo (25 26 e 27).

Com o tema “Olhai” e a base bíblica “Assim, fixamos os olhos, não naquilo que se vê, mas no que não se vê, pois o que se vê é transitório, mas o que não se vê é eterno”,
O Congresso reúne pastores e pregadores.

Na apresentação musical, o evento traz Lovor & Aoração,


É necessário que ela cresça e eu diminua João 3:30

sábado, 13 de agosto de 2016

O perigo da ideologia de gênero nas escolas

Nesta semana, começa a votação, nas câmaras municipais de todo o Brasil, dos Planos Municipais de Educação, desenvolvidos para o planejamento educacional das cidades durante os próximos dez anos. Porém, uma das proposições feitas para esses planos vem gerando polêmica: a ideologia de gênero.

A ideologia de gênero não é nada mais que a negação de que existem sexos ao nascimento, com a afirmação que a sexualidade é uma construção social, onde a pessoa escolheria o que deseja ser. É também implantada na linguagem, com a negação de gênero nas palavras, com a substituição das letras o e a pela letra x; para dar um exemplo, a palavra menino, ou a sua variação no feminino, que seria a palavra menina, transformam-se em meninx, visando a neutralidade.

A ideologia de gênero, na verdade, tem suas origens nas ideias dos pais do comunismo, Karl Marx e Friedrich Engels.

Na submissão da mulher ao homem através da família, e na própria instituição familiar, Marx e Engels entenderam estar a origem de todos os sistemas de opressão que se desenvolveriam em seguida. Se essa submissão fosse consequência da biologia humana, não haveria nada que fosse possível fazer. Mas no livro “A origem da família, da propriedade privada e do Estado”, o último livro escrito por Marx e terminado por Engels, esses autores afirmam que a família não é consequência da biologia humana, mas do resultado de uma opressão social produzida pela acumulação da riqueza entre os primeiros povos agricultores. Eles não utilizaram o termo gênero, que ainda não havia sido inventado, mas chegaram bastante perto.

Tal ideologia é um crime em vários aspectos: primeiramente, se considerarmos a ideia de a administração central decidir o que o aluno deve ou não aprender, ignorando totalmente o direito de escolha dos pais em relação à metodologia de ensino desejada por eles. Segundamente, pela atribuição dos municípios perante o Plano Nacional de Educação, que é a de fornecer a chamada educação básica, que vai do chamado maternal até o quinto ano do ensino fundamental; ou seja, esse tipo de ideologia seria ensinado para crianças de 0 a 10 anos, o que seria uma afronta dos atuais administradores governamentais, “especialistas” em educação, e de suas agendas panfletárias à educação formativa fornecida pelos pais de acordo com os seus preceitos, opiniões, crenças e tradições, numa clara forma de doutrinação ideológica. Terceiro, que o gênero é um conceito ideológico que tenta anular as diferenças e aptidões naturais de cada sexo; e há ainda o quarto aspecto, que consiste em ignorar o indivíduo em prol da formação de militância e blocos coletivos.

Não podemos deixar que o Estado tente definir o que é melhor para os nossos filhos em matéria de educação. É tarefa e direito dos próprios pais definir como esse tema será abordado e tratado nas famílias. Se os Planos Municipais de Educação forem aprovados tal como estão sendo propostos, os pais e mães brasileiros se tornarão reféns das agendas defendidas pelo governo, que, como já vimos anteriormente e como já ocorre em diversos lugares do país, distribui materiais “didáticos” que visam corromper precocemente as crianças brasileiras. Ou que se proponham novas soluções, como o voucher educacional, onde os pais escolheriam qual tipo de educação seu filho teria, com o governo apenas pagando a escola.
É necessário que ela cresça e eu diminua João 3:30

quinta-feira, 18 de fevereiro de 2016

NESTE DOMINGO DIA 21 AMÉRICO ARANTES NA IGREJA BATISTA EBENEZER DE CRISTAIS. NA RUA: VIGILIO P-GONÇALVES Nº150

NESTE DOMINGO DIA 21 AMÉRICO ARANTES NA IGREJA BATISTA EBENEZER DE
CRISTAIS. NA RUA: VIGILIO P-GONÇALVES Nº150

Vós sois a luz do mundo; não se pode esconder uma cidade edificada sobre um monte; - Nem se acende a candeia e se coloca debaixo do alqueire, mas no velador, e dá luz a todos que estão na casa. - Assim resplandeça a vossa luz diante dos homens, para que vejam as vossas boas obras e glorifiquem a vosso Pai, que está nos céus." Mateus 5:14-16

Pensamento: Para que a nossa luz brilhe diante dos homens, primeiro precisamos deixar a luz de Deus brilhar sobre os lugares escuros do nosso coração, trazendo à tona todo pecado oculto, e toda sujeira que se esconde nas trevas. Muitas vezes é dolorido enxergar verdades à nosso respeito, mas quando Deus traz a luz o que precisa ser transformado, é para que Ele possa nos limpar e fazer livres de tudo o que nos prende e afasta dEle. Quando não deixamos Deus brilhar a luz dEle nos nossos corações é como se escondêssemos a nossa luz debaixo da cama. Mas quando permitimos que Ele derrame luz nas nossas trevas, como ora o salmista, aí sim nossa luz brilhará diante dos homens, e o que as pessoas verão serão boas obras, porque são feitas com um coração puro, para a glória de Deus.

Oração: Deus sonda o meu coração nesse momento e traga à luz as trevas que existem no meu coração, e que essa luz dissipe todos os maus caminhos que nele existem. Me dê um coração puro, e me transforma para que eu possa ser luz. Em nome de Jesus, amém.

segunda-feira, 18 de janeiro de 2016

Marcha para Satanás em São Paulo (SP) foi cancelada antes do termino

Depois de gerar reações diversas no meio evangélico, inclusive em adeptos de outras religiões de todo o Brasil, a Marcha para Satanás que aconteceria neste domingo, em São Paulo (SP), foi cancelada antes de seu termino. Segundo site "olhar direto" apenas 150 pessoas se fizeram presentes.


"A explicação é simples, ameaças bem sérias aos organizadores. Como o intuito é promover a diversidade, paz e tranquilidade, preferimos nos resguardar e resguardar a todos os apoiadores do movimento", diz parte do texto.


A organização do evento ainda se referiu a Deus como um alguém "tão covarde que não consegue agir por si próprio". O texto também se referiu aos cristãos como "crentelhos fanáticos que continuarão sendo uma praga".


Ao compartilhar a notícia do cancelamento via Facebook, a psicóloga cristã Marisa Lobo questionou:

"Os organizadores da 'Marcha para Satanás' cancelaram a marcha... e dizem que não foi por medo das orações... foram as ameaças. Sei... rindo muito... Quem tem coragem de afrontar o Deus verdadeiro?", postou a psicóloga em seu perfil do Facebook.



No whatsapp, a psicologa Marisa Lobo postou a noticia no grupo do Conselho de Pastores de Curitiba (COPLEC), onde tambem gerou muita comemoração: "com.Deus.ninguém..brinca..ele.é fogo consumidor", disse internauta; "obrigado Deus pela vitória valeu a pena Clamar irmãos", comenta outro.
Igreja Batista Ebenezer de Cristais

quarta-feira, 24 de junho de 2015

CANTOR ARAÚJO VAZARAM VAZARAM FOTOS NA INTERNET

Vazaram hoje fotos do acidente trágico que levou o cantor Cristiano Araujo e sua namorada a morte na madrugada de hoje, quarta-feira (24)

As fotos foram tiradas no local do acidente mostram o estado em que ficou o automóvel e os primeiros atendimento ao casal.

Amigos e parentes lamentam a perda lastimável do Jovem cantor de apenas 29 aos que ainda tinha uma



Igreja Batista Ebenezer de Cristais

quarta-feira, 24 de setembro de 2014

Nascente do Rio São Francisco secou, diz funcionário do Parque Nacional da Serra da Canastra


SÃO PAULO - A nascente do Rio São Francisco – que fica dentro do Parque Nacional da Serra da Canastra, no município de São Roque de Minas, em Minas Gerais – secou. Segundo Vicente Faria, analista ambiental do parque, o curso d'água até a primeira queda d'água, a Cachoeira Casca D'Anta, só não secou totalmente porque outros tributários ainda têm alguma água. Na avaliação do Comitê da Bacia Hidrográfica do São Francisco (CBHSF), se não chover até o fim de outubro um trecho de 40 quilômetros do rio, entre a Usina Hidrelétrica de Três Marias e o primeiro afluente, o Rio Abaeté, poderá secar.

— É a primeira vez que isso acontece. A Cachoeira Casca D'Anta, que fica a 10 quilômetros, recebe água de outros tributários, mas está com apenas um fio d'água. Isso é emblemático, pois o São Francisco é o rio mais importante do Brasil. A Serra da Canastra tem centenas de nascentes, perenes e intermitentes, e a maioria já secou — diz Faria.

Faria afirmou que, além de preocupante, a notícia da seca na nascente do São Francisco deve servir como um alerta para as pessoas.



Segundo Silvia Freedman, secretária nacional do Comitê da Bacia Hidrográfica do São Francisco (CBHSF) e coordenadora-geral do Consórcio Municípios do Lago de Três Marias, apenas 14 metros cúbicos de água estão entrando por segundo na represa da hidrelétrica de Três Marias, em função da pouca água que vem do próprio rio e dos afluentes Pará e Paraopeba, que ficam antes do reservatório. O volume de água é inferior à vazão da represa, em torno de 150 metros cúbicos (m³) e 160m³ por dia, o que faz com que o reservatório continue a baixar.

— Se não chover, daqui a um mês o reservatório não conseguirá mais soltar água para o curso do Rio São Francisco e cerca de 40 km vão secar, ficando apenas com poças. Não há como soltar água do volume morto da represa para o curso do rio — diz Silvia.

Quarenta quilômetros é a distância entre o reservatório Três Marias e o primeiro afluente do São Francisco após a barragem, o Rio Abaeté.

PUBLICIDADE


O reservatório de Três Marias está com 5,9% de capacidade. Logo após o reservatório está uma unidade da Votorantim Metais, que produz zinco. Também estão neste trecho várias tecelagens, como a Cedro Cachoeira. O projeto Jaíba de irrigação Jaíba suspendeu novos plantios.

Silvia afirmou que o Comitê vai pedir à Agência Nacional de Águas que suspenda as outorgas de água para usos multiplos caso não acha segurança para abastecimento humano e de animais. De acordo com ela, um levantamento de outorgas está sendo feito.

segunda-feira, 22 de setembro de 2014

Fogo provoca destruição em depósito de gás em Perdões - veja fotos

Na madrugada deste domingo, dia 21, aconteceu um incêndio de grandes proporções num depósito de gás de cozinha na cidade de Perdões, populares ajudaram no combate ao fogo antes da chegada do Corpo de Bombeiros de Lavras. O proprietário do depósito abriu os portões para que os botijões de gás fossem retirados e colocados na rua.
O calor do fogo quebrou vidros de janelas de um prédio vizinho, paredes foram trincadas, as chamas chegaram a atingir cerca de dez metros de altura e veículos que estavam no depósito foram destruídos pelo fogo.
A preocupação das autoridades e dos moradores da avenida Guajajaras, onde fica o depósito destruído, era com um posto de combustível que fica próximo ao local do incêndio, já que o calor era muito forte. Os moradores ficaram mais tranquilos com a chegada das guarnições dos bombeiros de Lavras.
Policiais militares isolaram a área para que os bombeiros pudessem trabalhar. Apesar das dimensões do incêndio, ninguém ficou ferido. A perícia, para saber a origem do fogo, deverá ser realizada no local na tarde deste domingo, o local está isolado.
As informações sobre o incêndio na madrugada deste domingo em Perdões e as fotografias usadas nas galerias a seguir são do professor José Luís Leal, do jornal Folha de Perdões, do leitor Josias Alexandre dos Santos e do leitor Micael Carvalho








VERDADE GOSPEL

sexta-feira, 27 de junho de 2014

Consumo de drogas atinge 243 milhões de pessoas no mundo, diz ONU

Imagem: DivulgaçãoCerca de 5% da população mundial entre 15 e 64 anos, o que corresponde a uma média de 243 milhões de pessoas, usa drogas ilícitas segundo dados divulgados pelo Relatório Mundial sobre Drogas da ONU (Organização das Nações Unidas).
O estudo indica, no entanto, que o consumo permanece estável, aumentando proporcionalmente com o crescimento da população. A divulgação do relatório foi feita em Viena (Áustria) nesta quinta-feira (26), concomitantemente com o Dia Internacional contra o Abuso de Drogas e Tráfico Ilícito.
Elaborado pelo Escritório da ONU sobre Drogas e Crime (UNODC, na sigla em inglês), o relatório aponta também a existência de uma média de 27 milhões de usuários de drogas problemáticos (aqueles que consomem drogas regularmente ou os apresentam distúrbios ou dependência). Isso corresponde a cerca de 0,6% da população adulta mundial ou 1 em cada 200 pessoas.
Os dados são de 2012 e foram fornecidos à entidade pelos países participantes do levantamento.
Outro dado preocupante, segundo o estudo, é que apenas um em seis usuários de drogas tem acesso ou recebe algum tipo de tratamento para dependência de drogas a cada ano. Em 2012, ocorreram 200 mil mortes relacionadas a drogas.
“Países emergindo de conflitos ou escapando da crise econômica podem ser esmagados por drogas ilícitas que atravessam suas fronteiras”, destacou o secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, em comunicado.
O secretário-geral da ONU chamou ainda a atenção da comunidade internacional para que intensifique o combate às droga, como forma de evitar o aumento da violência e o enfraquecimento de instituições essenciais do Estado.
O diretor-executivo do UNODC, Yury Fedotov, apontou ainda a necessidade de um foco maior na saúde e nos direitos humanos dos usuários de drogas, especialmente daqueles que fazem uso de drogas injetáveis e que vivem com HIV.
Em 2016, a ONU pretende levar o problema das drogas à pauta da Assembleia Geral.
Queda da cocaína e da maconha
O relatório também aponta um maior número de pessoas procurando tratamento para transtornos relacionados à maconha, o que demonstraria aumento da dependência da droga
O relatório também aponta um maior número de pessoas procurando tratamento para transtornos relacionados à maconha, o que demonstraria aumento da dependência da droga
De acordo com o relatório, houve queda na disponibilidade de cocaína no mundo devido à menor produção de 2007 a 2012. Porém, o uso permanece alto na América do Norte, apesar de os números caírem na região desde 2006. Na América do Sul, o consumo de cocaína e o tráfico se tornaram mais proeminentes.
A ONU destaca em seu relatório que o Brasil é um país vulnerável ao tráfico de cocaína, devido à sua geografia estratégica no tráfico para a Europa, mas também ao fato de ser um mercado consumidor devido à grande população urbana. Citando dados da Senad (Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas), o estudo indica que 3% dos estudantes universitários, de todas as idades, usam cocaína.
A África, prossegue, teve aumento no uso de cocaína em razão do crescimento do tráfico pelo continente. Já o maior poder de compra tornou alguns países asiáticos mais vulneráveis ao uso dessa droga.
O uso de maconha apresentou um declínio no mundo, segundo a ONU. Porém, na América do Norte, o consumo aumentou: isso porque, na região, usuários da droga acreditam que ela oferece riscos menores à saúde.
A entidade afirma que ainda é cedo para entender os efeitos da legalização da droga em alguns países. No entanto, o relatório aponta que há um maior número de pessoas procurando tratamento para transtornos relacionados à cannabis, o que demonstraria aumento da dependência da droga.
O aumento de dependentes da maconha também é percebido no Brasil, informou a Senad à ONU, baseada em dados colhidos em 2012. Enquanto isso, o país está em sétimo lugar no combate ao plantio e à produção da droga.
Drogas sintéticas e opiáceos
A ONU afirma que as apreensões de metanfetamina mais que dobraram globalmente entre 2010 e 2012. Na América do Norte, a fabricação dessa droga aumentou: das 144 toneladas de estimulantes apreendidas globalmente, metade foi interceptada na região.
O Afeganistão continua como o maior país produtor de ópio, representando 80% da produção global. Além disso, em 2013, a produção global de heroína também voltou aos altos níveis testemunhados em 2008 e 2011.
Os Estados Unidos, a Oceania e alguns países da Europa e da Ásia têm visto usuários alternarem o consumo entre heroína e opioides farmacêuticos – a tendência deve-se, em grande parte, aos baixos preços e à acessibilidade.
O número de novas substâncias psicoativas não reguladas no mercado global mais que dobrou entre 2009 e 2013, chegando ao total de 348.
Deixe o seu comentário no Verdade Gospel.
Fonte: UOL

VERDADE GOSPEL

domingo, 27 de abril de 2014

Esse é o nosso Brasil!!! Do bbb, das novelas, do futebol, da fazenda... Lamentável.

Retrato fiel de um país falido, sem educação, sem cultura, sem dignidade, sem identidade, com um povo tolo, acomodado... E com uma televisão de péssima qualidade.
Que lindo hein Brasil, o país da copa e das olimpíadas!!
Uma infância perdida... Esta foto é na Bahia e esta criança tem apenas 10 anos de idade.
Parabéns a todos os pais que acham lindo seus filhos escutar e dançar "poluição sonora" que em nada acrescenta e serve apenas para falar de sexo, traição, inversão de valores, depravação etc. Parabéns ao poder público por não oferecer uma educação digna de qualidade.
Esse é o nosso Brasil!!! Do bbb, das novelas, do futebol, da fazenda... Lamentável.
Que DEUS abençoe essas duas crianças.
VERDADE GOSPEL

quinta-feira, 17 de abril de 2014

SBT cede à patrulha e corta as opiniões de Sheherazade. Na TV aberta brasileira,

 pode mostrar o traseiro e o bilau; pode transformar o vocabulário numa latrina; só não pode dar uma opinião contrária à das milícias do PSOL, do PCdoB, do PT e dos autoritários e imbecis de maneira geral

Sheherazade: SBT cede à patrulha dos autoritários e cassa as opiniões da jornalista
Sheherazade: SBT cede à patrulha dos autoritários e cassa as opiniões da jornalista
O SBT cedeu à pressão, ao alarido e à gritaria dos censores em tempos democráticos e decidiu proibir os comentários da jornalista Rachel Sheherazade. Os autoritários, os imbecis e os esquerdopatas estão felizes. São, ademais, mentirosos porque fingem uma indignação que não têm para alimentar os preconceitos que têm. Na origem da polêmica, está um comentário que Sheherazade fez no ar quando um jovem assaltante foi detido por moradores e atado a um poste. Já escrevi um post a respeito no dia 10 de fevereiro. Embora eu não endosse o comentário da jornalista, É UMA MENTIRA ESCANDALOSA QUE ELA TENHA APOIADO AQUELE TIPO DE TRATAMENTO.
Ela disse outra coisa. Afirmou que, numa sociedade em que o estado é omisso e em que a violência se dissemina, é “compreensível” aquela atuação da população. Dias depois, diga-se, o rapaz foi detido novamente por suas vítimas habituais. Para não apanhar, começou a gritar: “Eu sou o do poste. Sabe com quem está falando?”. Ele sabia que os cretinos deslumbrados o tinham tornado uma celebridade.
Certamente haverá um bando de tontos, inclusive no meio jornalístico, aplaudindo a decisão, sem se dar conta de que está botando a própria cabeça na guilhotina. É mentira que Sheherazade esteja sendo punida por aquela opinião. Ela está sendo calada porque não emite, na TV, pontos de vista considerados consensuais; porque não lustra os preconceitos politicamente corretos que tomam conta da TV aberta; porque não segue, enfim, a manada.
Vocês já se deram conta do vocabulário que se tornou usual nas TVs brasileiras — sem exceção — a partir das 21h? Temas de relativa complexidade moral — de dilemas éticos à questão da sexualidade — são levados em cena aberta, e é certo que há crianças do outro lado da tela, não é? Ah, mas em matéria se sexualidade, de formação familiar, de consumo de drogas, de desassombro vocabular, mesmo quando, reitero, há crianças envolvidas inclusive nas cenas, aí somos todos libertários; aí ninguém quer correr o risco de parecer reacionário; aí a mãe pode levar o filho para o ambiente em que mantém flertes lésbicos. Afinal, o que é que tem? Lesbianismo é comum.
E não serei eu aqui a dizer que seja incomum, não é? Não estou defendendo censura nenhuma, antes que algum bobalhão leia que o que não está escrito. Eu já disse que não brigo com TVs, com programas de humor na Internet, com nada disso. Defendo apenas que se desligue a TV e que não se veja o tal programa. E pronto!  Mas sigamos. Aprendi, dada a educação moral e cívica ora em  vigência, que um gay esmagado pelo pai pode sequestrar e jogar uma criança no lixo, tentar matar uma pessoa, financiar o sequestro dessa mesma criança; chantagear, extorquir, fazer o diabo. Se ele descobrir o amor verdadeiro e se isso significar a adesão da maior emissora do país a uma causa “progressista”, tudo vale a pena. O bandido merece perdão. Já a bandida heterossexual morre eletrocutada numa cerca para deixar de ser safada. O pai homofóbico termina seus dias babando e dependendo daquele a quem tanto hostilizou. Quem mandou ser tão malvado e, em certa medida, literalmente cego de heterossexualismo e machismo? E não duvido que muitas mulheres tenham achado “liiinda” a novela misógina. O Brasil está ficando burro.
Essa mesma televisão, no entanto, não pode comportar as opiniões de Rachel Sheherazade. Quais opiniões? Aquela de que é “compreensível” que a população se revolte e decida fazer justiça. Não! Ninguém nem está ligando pra isso. O problema são as outras opiniões que ela tem. Se há manifestantes violentos nas ruas, em vez de ela verter a baba adesista, tão comum hoje em dia, ela critica; se bandidos cometem atrocidades, em vez de ela se compadecer com a suposta origem social da violência — uma mentira! —, ela pede cadeia; se há invasão de propriedade privada, em vez de ela se solidarizar com invasores, deixa claro que aquele não é o caminho.
Isso não pode! Sheherazade poderia estar emitindo opiniões com esse conteúdo em qualquer democracia do mundo. Não na nossa! Na nossa democracia, todos têm de estar alinhados com os cânones do pensamento politicamente correto. Ou não pode trabalhar. Vejam os debates sobre os 50 anos do golpe militar de 1964. Eu falei “debates”? Uma ova! Não houve! Ao contrário: sob o pretexto de que todos defendemos a democracia, o que se viu nas TVs foi um espetáculo de mistificação. Mais um pouco, João Goulart só não foi chamado de competente…
PCdoB e PSOL
PCdoB e PSOL resolveram recorrer ao Ministério Público contra Sheherazade. Pedem abertamente a cabeça da jornalista, ameaçando a emissora com o corte de verbas de publicidade oficial. PCdoB e PSOL falando em nome da democracia? Dois partidos que defendem a ditadura chavista? Que defendem a ditadura cubana? Que defendem regimes que prendem pessoas por delitos de opinião? Que se alinham com as milícias bolivarianas?
Quem vai dar aula de tolerância a Rachel Sheherazade? A deputada Jandira Feghali? O partido que, até outro dia, foi flagrado em relações incestuosas com ONGs de mentirinha para enfiar a mão no dinheiro público? Que ainda não perdoou Krushev? Nem chego a considerar a tal Jandira um ser da nossa era! Espero que ela não tente me calar também!
Muito bem! Agora Sheherazade não vai mais emitir opiniões. O Brasil ficou melhor por isso? Teremos, agora, mais liberdade de expressão? A verba publicitária oficial pode ser usada por veículos de comunicação que defendem abertamente a roubalheira havida na Petrobras, mas não poderia ir para o SBT porque havia lá uma jornalista que dizia coisas incômodas. Considerando o padrão da TV aberta brasileira, Sheherazade é que virou um problema? Mostrar o traseiro e o bilau em reality show pode, mas afirmar que a população, sem estado, acaba fazendo justiça com as próprias mãos é proibido? Engraçado! Na democracia americana, a bunda e o bilau na TV abertas seriam proibidos, mas a opinião política é livre. Vai ver é por isso que os EUA são os EUA, e o Brasil é o Brasil. Na novelas das nove, se podem defender a descriminação das drogas e o aborto — hoje considerados crimes pela legislação brasileira — e da pior forma possível: no modelo merchandising ideológico, de forma mais ou menos sorrateira. Mas ai de um jornalista que emita uma opinião que ofenda as polícias do pensamento!
Sobre a violência
No primeiro texto que escrevi sobe o caso, tratei da questão da violência. Não se trata de saber se direitos humanos devem existir também para bandidos. Os direitos humanos, vejam que coisa!, humanos são — e deles ninguém se exclui ou pode ser excluído. Ponto final. A questão é de outra natureza: cumpre tentar entender por que esses prosélitos mixurucas, esses propagandistas vulgares, jamais se ocupam da guerra civil que está em curso no Brasil há décadas. Então os mais de 50 mil que morrem por ano no país não merecem a sua atenção?
Sei que pode parecer estranho a esses oportunistas, mas Sheherazade não amarrou ninguém. A violência que a gente vê é só um pouco da violência que a gente não vê. Os linchamentos se espalham Brasil afora. Os mais de 50 mil homicídios a cada ano no país é que mereciam uma “Comissão da Verdade”. Por que os que agora pedem a cabeça de uma apresentadora de TV jamais se ocuparam das 137 pessoas (média) que são assassinadas todos os dias no Brasil?
Os imbecis tentarão ler no meu texto o que nele não está escrito. Dou uma banana para os tolos. Quanto mais eles recorrem à tática da desqualificação, mais leitores vão chegando — e, agora, mais ouvintes também. Não dou a mínima. Não me deixo patrulhar. Sim, eu acho que os que prenderam aquele rapaz pelo pescoço têm de ser punidos. Eu acho que os que recorrem a linchamentos também têm de arcar com as consequências.
Mas acho igualmente que essa gente que decide resolver por conta própria — que também é pobre de tão preta e preta de tão pobre — merece ter estado, merece ter segurança, merece ter proteção. Se sucessivos governos se mostram incapazes de dar uma resposta — por mais que eu deteste, por mais que eu ache o caminho errado, por mais que eu tenha a certeza de que a situação só vai piorar —, as pessoas farão alguma coisa.
Parece-me que foi esse o sentido que Sheherazade deu à palavra “compreensível” — o que não implica necessariamente um endosso. Os historiadores já se debruçaram sobre os fatores que tornaram “compreensível” a eclosão dos vários fascismos na Europa do século passado ou da revolução bolchevique na Rússia. Compreender um fenômeno não quer dizer condescender com ele. Eu, por exemplo, penso que é compreensível que o PT tenha chegado ao poder, entenderam?
Ainda que, reitero, avalie que o comentário foi, sim, desastrado. Mas tentar linchar Sheherazade moralmente, aí já é um pouco demais! Estranha essa gente: defende o direito de defesa para os bandidos mais asquerosos — e nem poderia ser diferente —, mas pede a execução sumária de alguém por ter emitido uma opinião infeliz.
E por quê?
E por que se silencia de maneira sistemática, contumaz, cínica, sobre a guerra civil brasileira? Num artigo da Folha, sintetizei a razão (em azul):E por que esse silêncio? É que os fatos sepultaram as teses “progressistas” sobre a violência. A falácia de que a pobreza induz o crime é preconceito de classe fantasiado de generosidade humanista. A “intelligentsia” acha que pobre é incapaz de fazer escolhas morais sem o concurso de sua mística redentora. Diminuiu a desigualdade nos últimos anos, e a criminalidade explodiu. O crescimento econômico do Nordeste foi superior ao do Brasil, e a violência assumiu dimensões estupefacientes.
Os Estados da Região estão entre os que mais matam por 100 mil habitantes: Alagoas: 61,8; Ceará: 42,5; Bahia: 40,7, para citar alguns. Comparem: a taxa de “CVLI” de São Paulo, a segunda menor do país, é de 12,4 (descarta-se a primeira porque inconfiável). Se a nacional correspondesse à paulista, salvar-se-iam por ano 26.027 vidas.
Com 22% da população, São Paulo concentra 36% (195.695) dos presos do país (549.786), ou 633,1 por 100 mil. A taxa de “CVLI” do Rio é quase o dobro (24,5) da paulista, mas a de presos é inferior à metade (281,5). A Bahia tem a maior desproporção entre mortos por 100 mil e (40,7) e encarcerados: 134. Estudo quantitativo do Ipea (aqui) evidencia que “prender mais bandidos e colocar mais policiais na rua são políticas públicas que funcionam na redução da taxa de homicídios”.
Isso afronta a estupidez politicamente correta e cruel. Em 2013, o governo federal investiu em presídios 34,2% menos do que no ano anterior — caiu de R$ 361,9 milhões para R$ 238 milhões. Para mais mortos, menos investimento. Os progressistas meio de esquerda são eles. Este colunista é só um reacionário da aritmética. Eles fazem Pedrinhas. Alguém tem de dar as pedradas.
Retomo
Boa parte dos que estão vociferando não está nem aí para os pobres, os humilhados etc. Esses coitados servem apenas de pretexto para aquela turma perseguir os de sempre. Não fosse assim, esses bacanas estariam mobilizados, cobrando uma ação do estado brasileiro para pôr fim ao Açougue Brasil, especializado em carne humana.
Bando de censores babacas e autoritários! Ah, sim: o SBT não proibiu apenas Sheherazade de omitir opiniões. A regra vale agora para todos os profissionais de imprensa da casa. Vai ver o Sindicato dos Jornalistas do Rio, que também havia se insurgido contra ela, está feliz. Agora, sim, é que ficou bom, certo? Claro, claro! Sempre haverá um daqueles para dizer que isso só acontece porque se trata de um meio de comunicação da burguesia. O semovente não tem dúvida de que Sheherazade deve ser censurada, mas que a opinião deve ser livre para os que emitem as opiniões “corretas”…
Por Reinaldo Azevedo
VERDADE GOSPEL

Pastor Silas comenta a “censura” de Rachel Sheherazade pelo SBT

Rachel Sheherazade-recebe-censura-de-opinioes-no-sbtA apresentadora do telejornal do “SBT Brasil” a jornalista/evangélica Rachel Sheherazade, após polêmicas envolvendo seu nome por opiniões pessoais no telejornal, o quadro “opiniões”  foi cortado pelo SBT. O pastor Silas Malafaia diz que a “censura” é uma “vergonha” e comenta.- Confira e comente…
Quando estava no meio das investidas para querer calar a jornalista Rachel Sheherazade e sem saber que o desfecho seriaRachel Sheherazade-recebe-censura-de-opinioes-no-sbt-1esse, Sheherazade recebeu uma homenagem feita pela Câmara de João Pessoa/PB, onde ela elogiou a postura do Sistema Brasileiro de Televisão(SBT) e também a coragem do dono da emissora, o apresentador Silvio Santos pelo apoio a ela e a todos pelo direito de se expressar.
Rachel Sheherazade-discursa-na-camara-em-jp-paraibaA homenagem se deu no dia 09/04/14, onde a jornalista recebeu o “Diploma de Honra ao Mérito Rachel Sheherazade Barbosa”, e ao discursar em agradecimento, ela elogiou a coragem do dono do SBT o apresentador Silvio Santos pela coragem de não se opor as pressões e dar o espaço para que ela expressasse as sua opiniões – dizendo: “As pessoas dizem, você vai se calar, você vai se render, eu falo, olha coragem eu tenho, vontade de falar eu também tenho, certeza do que eu vou dizer eu tenho. Eu só preciso que me deem o veiculo, o Silvio Santos tem me dado este veiculo, é um homemRachel Sheherazade-recebe-censura-de-opinioes-no-sbt-com-silvio corajoso, a emissora onde trabalho é uma emissora muito firme, muito corajosa, muito nobre e tem garantido esse meu direito a duras penas, sendo chantageada por partidos políticos, podendo perder um concessão pública, podendo perder ganhos com publicidade institucional, mas mesmo assim esta emissora tem me defendido, e tem defendido o direito de um jornalista se expressar, não só o direito da Rachel Sheherazade se expressar, mas o direito de cada um de nós de defender o que pensa…”, mas também ao longo do discurso que você pode ver no vídeo abaixo, Raquel também, já que meio prevendo o que aconteceria disse:  “O dia em que eu não puder falar mais, não é porque eu quis me calar, mas é porque me calaram, é o dia em que a mordaça venceu mais uma vez a liberdade de expressão.”
- E finalizando seu discurso na homenagem, ela citou uma frase atribuída a Voltaire, a qual publicou em seu Twitter em homenagem ao dia do jornalista que diz assim: “Eu posso não concordar com uma palavra do que você diz, mas eu defenderei até a morte o seu direito de dize-las.”
Mas a emissora emitiu uma nota dizendo o motivo da “censura” dos comentários pessoais da jornalista – Confira
“Em razão do atual cenário criado recentemente em torno de nossa apresentadora Rachel Sheherazade, o SBT decidiu que osRachel Sheherazade-recebe-censura-de-opinioes-no-sbt-Rachel e Joseval Peixoto comentários em seus telejornais serão feitos unicamente pelo Jornalismo da emissora em forma de Editorial. Essa medida tem como objetivo preservar nossos apresentadores Rachel Sheherazade e Joseval Peixoto, que continuam no comando do SBT Brasil”.
Assista o vídeo/discurso da jornalista e em seguida o comentário do pastor Silas Malafaia e comente…
silas malafaiaPr. Silas comenta:
Que vergonha! Que ridículo! O SBT ceder às pressões de partidos, tais como PSOL, PC do B e do PT. Partidos esses, que idolatram Fidel Castro, o governo da Venezuela e suas ideologias baseadas em Marx. Na verdade, de democráticos eles não tem nada. Usam a democracia para se estabelecerem, mas querem calar qualquer que tenha a liberdade de se expressar.
A DEMOCRACIA DO BRASIL CORRE GRANDE PERIGO! Uma jornalista, na maior cara de pau, é silenciada. Liberdade de expressão para todo mundo falar a mesma coisa é ditadura da opinião.
Sabe qual é a verdade que está por detrás dessa questão? É que o SBT recebe milhões de verbas publicitárias do governo, e ter uma jornalista independente é um perigo!
Imagine Sheherazade agora falando da roubalheira da Petrobras. É o governo silenciando a jornalista!
SBT, que vergonha!
UM ALERTA AO POVO DE DEUS: HOJE ESTÃO SILENCIANDO UMA JORNALISTA, AMANHÃ VÃO QUERER SILENCIAR OS PASTORES.
Em 2011, no fórum de Porto Alegre, o ministro da Secretaria-Geral da Presidência, Gilberto Carvalho, que é um dos ideólogos do PT, disse: “Temos que fazer uma disputa com os pastores evangélicos pelas classes C e D”.
Depois não digam que eu não avisei!
Quem tem Fidel Castro como ídolo, como o partido que governa o Brasil, imagina o que eles pretendem fazer em relação à igreja evangélica brasileira.
Sheherazade é a prova contundente e clara da pressão desses partidos, que de democráticos não tem nada, apenas a usam para seus fins ideológicos.
VERDADE GOSPEL

domingo, 13 de abril de 2014

Esta menina teve a boca e o olho esquerdo costurados com fios de plástico



Queridos amigos, esta menina teve a boca e o
olho esquerdo costurados com fios de
plástico, por professar a sua salvação em
Jesus. A jovem, que era uma serva do Senhor
na Arábia Saudita, começou servir a Deus e
professou que Jesus Cristo é seu Salvador
pessoal. Isso não soou muito bem aos
ouvidos de seu empregador muçulmano, que,
ordenou aos seus homens que cortassem a
boca dela para que ela nunca mais repetisse
isso. Seu olho esquerdo foi cruelmente
costurado, como um aviso terrível e
intimidador. Este é o mais alto nível de
intolerância religiosa no mundo muçulmano.
Oremos para que ela se recupere, e seja
superada sua dor física e emocional.
Não podemos concordar que atos como estes
totalmente radical, possam ser realizados por
pessoas de uma religião que professa a
existência de um Deus. Ninguém tem o direito
de infligir dor nos outros só porque eles não
acreditam em seu Deus ou em sua religião,
isso é puro radicalismo e intolerância
religiosa e sem falar da crueldade. Oremos
juntos a favor de nossos irmãos e irmãs de
todo o mundo! Contudo, toda essa injusta
perseguição está de acordo com as palavras
do Senhor Jesus que disse; "Então vos hão de
entregar para serdes atormentados, e matar-
vos-ão; e sereis odiados de todas as nações
por causa do meu nome." Mt 24:9.
VERDADE GOSPEL

sexta-feira, 11 de abril de 2014

Papiro que fala sobre a esposa de Jesus não é falso, dizem estudiosos Não foi possível definir há quantos séculos o texto foi escrito e nem a sua origem, professor de egiptologia aponta para falsificação moderna

Papiro que fala sobre a esposa de Jesus não é falso, dizem estudiososPapiro que fala sobre a esposa de Jesus não é falso
Pesquisadores americanos concluíram que o pedaço de papiro que contém uma menção à esposa de Jesus não é falso. O resultado da análise foi divulgado nesta quinta-feira (10) depois de quase dois anos depois da descoberta.
O fragmento tem escritos na língua copta (extinta no século XVII) o que leva os pesquisadores a acreditarem que o fragmento seja proveniente do Egito Antigo. No trecho traduzido é possível ler frases soltas como “Jesus disse-lhes:’Minha esposa…’” e em outra parte “Ela poderá ser minha discípula”.
O pedaço de papiro provoca polêmica desde quando foi encontrado. Em 2012 o Vaticano, pelo jornal “L’Osservatore Romano” chegou a declarar que se tratava de uma farsa e conseguiu contato com outros estudiosos que afirmavam o mesmo.
Quem desacredita da autenticidade do papiro afirma que a gramática apresentada é pobre e que o texto está borrado, além de não ter uma origem certa.
A Igreja Católica desacredita sobre o estado civil de Jesus, pois nenhum dos evangelhos se refere a Jesus como um homem casado e tendo mulheres como discípulos.
Apesar de todas as dúvidas, a Universidade de Harvard, através da Harvard Divinity School, atesta que não há evidências de falsificação. “Nenhuma evidência de fabricação moderna (“falsificação”) foi encontrada”, diz a análise.
Acredita-se que o papiro foi escrito entre os séculos VI e IX, mas também pode ser do século II. Nem mesmo o processo de radiocarbono e a análise de tinta por espectroscopia Micro-Raman conseguiram dar uma data exata para o documento.
“A equipe concluiu que a composição química do papiro e os padrões de oxidação são consistentes com papiros antigos, ao comparar o fragmento do Evangelho da Esposa de Jesus (Gospel of Jesus’ Wife – GJW, em inglês) com um fragmento do Evangelho de João”, apontou o estudo.
O papiro foi entregue à historiadora Karen King, da Harvard Divinity School, por um colecionador que pediu para permanecer no anonimato. Ela, como especialista em cristianismo primitivo, comentou que a não falsificação não indica que Jesus era casado.
“Esse fragmento de evangelho fornece uma razão para reconsiderar o que pensávamos que sabíamos, ao nos perguntar o papel que as declarações sobre o estado civil de Jesus desempenharam historicamente nas controvérsias cristãs sobre casamento, celibato e família”, disse King.
Para a historiadora, o trecho mostra que as mulheres poderiam ser discípulas de Jesus. “A questão principal do fragmento é afirmar que as mulheres que são mães e esposas podem ser discípulas de Jesus, tema que foi muito debatido no início do cristianismo, em um momento em que a virgindade celibatária se tornou cada vez mais valorizada”.
Professor de egiptologia acredita em falsificação
Na mesma revista em que a análise do papiro foi publicada, a “Harvard Theological Review”, o professor de egiptologia Leo Depuydt, da Universidade Brown, também escreveu um artigo refutando a originalidade do fragmento de texto.
Para Depuydt se trata de uma falsificação. “O fragmento do papiro parece perfeito para um esquete do Monty Python [famoso grupo de comediantes britânicos]“, disse ele.
O estudioso apontou erros gramaticais para as palavras “minha esposa” que praticamente foram enfatizadas em negrito. “Como um estudante de copta convencido de que o fragmento seja uma criação moderna, sou incapaz de fugir à impressão de que existe algo quase engraçado no uso das letras em negrito”, afirmou.
King porém não gostou da crítica e disse que não se trata de destaque, mas sim de letras borradas. Ela ainda refutou o professor dizendo que as letras abaixo estão ainda mais escuras. Com informações G1.
VERDADE GOSPEL

quarta-feira, 9 de abril de 2014

Volto ao SBT se Deus quiser, diz Rachel Sheherazade A jornalista desmentiu que esteja afastada da TV por conta de pressão política

Volto ao SBT se Deus quiser, diz Rachel SheherazadeVolto ao SBT se Deus quiser, diz Rachel Sheherazade
Em entrevista à Folha de São Paulo a jornalista Rachel Sheherazade negou que esteja afastada do SBT por conta da pressão política que a emissora de Silvio Santos está sofrendo de partidos de esquerda.
A âncora do “SBT Brasil” disse que pegou férias e que volta ao comando do jornal na próxima segunda-feira. “Estou de férias (12 dias) no Nordeste! Já estavam programadas há três meses. Volto segunda-feira, se Deus quiser.”
Os rumores da imprensa eram que o SBT foi obrigado a afastá-la para não perder a verba pública de publicidade. O pedido para cancelar a verba do canal partiu da deputada federal Jandira Feghali (PCdoB) que fez representação junto à Procuradoria Geral da República (PGR) contra a jornalista.
Feghali afirma que durante o comentário sobre o caso do menor infrator que foi amarrado em um poste no Rio de Janeiro, a jornalista fez apologia ao crime. Sheherazade já se defendeu dizendo que não apoiou o ato, mas que disse ser “compreensível” a atitude da população diante da ineficiência do Estado.
Apesar de toda a polêmica envolvendo seu nome, Rachel não pretende deixar de dar sua opinião. “Continuarei. E quando não mais eu falar, vocês saberão que a censura venceu a liberdade de expressão!”.
O SBT também desmentiu o afastamento e disse que adiantou as férias da jornalista para que ela possa participar da cobertura da Copa do Mundo que acontece em junho.
VERDADE GOSPEL